25 Mar

Busque ganhos mais altos!

Na última semana, novamente nossas expectativas se concretizaram e a Taxa SELIC caiu de 6,75% para 6,5% a.a. Esse é o nível mais baixo desde o início do Plano Real, seguindo a tendência mundial dos juros baixos. Infelizmente não temos como baixar tudo de uma vez, mas o trabalho de segurar essa taxa, indo ao encontro do que os países mais desenvolvidos na economia fazem, vem se consolidando.

Esse movimento gera consequências para o investidor, como por exemplo o rendimento das aplicações financeiras em Renda Fixa. A procura vem sendo cada vez menor, as ofertas não são tão atrativas e o mercado já migrou pro mundo do Multimercado. Hoje, dentro do nosso contexto, os Fundos Multimercado já estão chegando nos seus limites, o risco moderado não tem mais oferecido ganhos tão diferenciados. Quem conseguiu acompanhar o nosso raciocínio desde o início, surfou nessa onda e pegou a maré alta superando o CDI de maneira muito satisfatória.

Alguns dados divulgados pelas corretoras mostraram que cerca de 90% do brasileiros com plano de previdência privada, estão alocados em fundos de Renda Fixa, proporcionando retornos cada vez menores. Portanto, uma estratégia de longo prazo com potencial de superar o CDI é migrar parte dos recursos de fundos de Renda Fixa para Fundos de Multimercados e Fundos de Ações.

Temos o exemplo de uma cliente que fez a portabilidade de um Fundo de Previdência do Itaú, migrou escolhendo um Fundo Multimercado muito famoso que, lhe rendeu 10% do total aplicado em apenas dois meses. O valor aplicado foi de aproximadamente R$ 2 milhões, ou seja, em apenas dois meses ela ganhou R$ 200 mil apenas por sair da Renda Fixa.

A ideia é sair já da Renda Fixa!

Como fazer isso??? Simples, diversificando sua carteira. É possível migrar parte do seu dinheiro investido de modo que você não fique tão exposto e ao mesmo tempo consiga sentir um ganho mais acentuado que o normal.

Perfil conservador pode manter 70% em Renda Fixa, 20% em Multimercado e 10% em Ações.

Perfil moderado pode deixar 50% em Renda Fixa, 30% em Multimercado e 20% em Ações.

Perfil mais arrojado pode manter 35% em Renda Fixa, 35% em Multimercado e 30% em Ações.

 

Diversificar para maximizar!